:
top of page
Buscar
  • espacosuperia

Como a Medicina Tradicional Chinesa pode ajudar a prevenir e tratar os sintomas da Dengue


Por Eliane Olíveir’a

 

Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), o aumento de casos de dengue é tendência global, associada a fenômenos climáticos e ambientais. “Este surto de dengue atual faz parte de um grande aumento em escala global, com mais de 500 milhões de casos e mais de cinco mil óbitos relatados ano passado em 80 países.

A dengue é uma doença febril aguda, sistêmica e dinâmica, que pode apresentar muitos sintomas, podendo por grande parte dos pacientes evoluir para formas mais graves, tendo como principal transmissor, mas, não exclusivo o Aedes aegypti que possui hábitos diários de picadas.

 

A manifestação da doença ocorre de forma abrupta com febre alta e dores intensas pelo corpo, dor de cabeça, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupções cutâneas, coceira, perda de peso, náuseas e vômitos.

Tratamento Ocidental: O tratamento baseia-se no alívio dos sintomas, repouso e a ingestão de líquidos.

 

Dengue pela Medicina Tradicional Chinesa

A Dengue pode ser classificada com diferentes nomes na Medicina Tradicional Chinesa e de acordo com os inúmeros sintomas relatados, mas normalmente aparece com o nome Wen Re Bing traduzida como doença febril.

 

Mas como a Medicina Tradicional Chinesa pode me ajudar?

 

A Medicina Tradicional Chinesa abrange diversas técnicas de tratamento:

·         Acupuntura quando aplicada no tratamento para dengue tem como principal objetivo dispersar o calor, fortalecer o sistema imunológico e aliviar as dores. Para que haja um resultado efetivo é importante que as sessões sejam realizadas em dias alternados.

·         Ventosaterapia ativa a circulação sanguínea, reduzindo as dores do dengue, contraturas musculares, dores cervicais e lombares, além de torcicolos, comuns em quem passa horas na cama com a virose.

·         Tui-na estimula a circulação sanguínea, aumenta a elasticidade da pele e melhora a drenagem venosa e linfática. Esse tipo de massagem relaxa e reforça o tônus muscular, além de estimular a produção de endorfinas, analgésicos naturais do organismo.

·         Stiperterapia possui um ótimo resultado principalmente em crianças, as pastilhas de silício equilibram todo o corpo, regulando a temperatura corporal e proporcionando alivio das náuseas e vômitos muito frequentes em crianças.

·         Auriculoterapia muito indicada para as dores, utilizamos o ponto para a analgesia e para a febre utilizamos pontos específicos para regular a temperatura corporal, para a fraqueza utilizaremos o ponto do baço por exemplo, para este tratamento utilizo sementes de colza e o paciente deve permanecer com as sementes por 5 dias e ser reavaliado para mudança de protocolo.

 

As terapias não têm contraindicações, mas a doença deve ser acompanhada com atenção.

 

É possível prevenir a Dengue?

 

Sim é possível!!

Através das técnicas mencionadas acima é possível estimular o sistema imunológico a fortalecer a reação contra as doenças, aumentando a resistência corporal. Fortalecer o estômago e o baço, é uma das medidas mais importantes para deixar o sistema imunológico mais forte, os dois são considerados a raízes do qi - energia que abastece o corpo, a mente e o espírito e é essencial para a saúde. 

Importantíssimo dizer que a sua alimentação e atividade física são extremamanete importantes para uma vez mais saudável, então repense!

 

Por isso deixo as seguintes reflexões:

Como está sua alimentação? É nutritiva?

Como está sua hidratação em relação a ingestão de água?

 

Medicina Chinesa também é prevenção!

Se você ficou interessado no tratamento, agende agora mesmo sua sessão:

 

Instagran: @lelterapiasintegrativas

Telefone: (11) 96865-1904

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

FOCKS, Claudia; MÄRZ, Ulrich. Guia Prático de Acupuntura. Edição Português. 2. ed. GUARANY, Reinaldo; TETZLAFF, Cláudia Lahr; BOTELHO, Rodrigo (Tradutores). 2018.

 

GANTUS, Leila M. Manual Prático de Diagnóstico e Tratamento em Acupuntura. Encinas Robe Editora, 2003.

 

70 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


what.png
bottom of page